loader-image
temperature icon 22°C

Por que primeiro de abril se tornou o “Dia da Mentira”?

Compartilhar notícia

Por Samara Matos, na redação

Primeiro de abril é um dia em que se deve redobrar ainda mais a atenção para notícias falsas. Por ser o “Dia da Mentira”. Mas, por que o 1° de abril foi escolhido como o “Dia da Mentira”?. As mães ensinam às crianças: “mentira tem pernas curtas”, e as consequências de uma história não verdadeira podem ser graves. Mas, no dia 1º de abril, o Dia da Mentira, pessoas de todo o mundo brincam umas com as outras, pregando peças e contando lorotas. A explicação é histórica.

A versão mais conhecida para a data remonta ao século 16, na França. Lá, a chegada do Ano Novo era comemorada durante uma semana, do dia 25 de março ao dia 1º de abril. Em 1564, o rei Carlos 9º decidiu que o Ano Novo seria celebrado no dia 1º de janeiro, devido a adoção do calendário gregoriano. Muitas pessoas demoraram para se acostumar com o calendário, e outras resistiram à troca da data.

Essas pessoas tornaram-se alvo das mais variadas formas de ridicularização. Eram chamadas de “bobos de abril”, recebiam convites para festas que não existiam e ganhavam cartões e presentes esquisitos no dia 1º de abril. Da França, a mania de pregar peças nesta data teria percorrido o mundo e dura até hoje. Neste dia, todos precisam ficar atentos.

Veja também