loader-image
temperature icon 22°C

Volta às aulas em agosto pode ter 100% de estudantes

Compartilhar notícia

Por Samara Matos, na redação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (16) que o plano para volta às aulas presenciais prevê o retorno a partir de 2 de agosto, com até 100% dos estudantes.

Segundo Doria, cada escola vai poder definir o percentual de estudantes que frequentará as aulas, de acordo com a capacidade da unidade de seguir os protocolos da pandemia de covid-19, sobretudo o distanciamento social de 1 metro. Apesar disso, ao menos no mês de agosto, as atividades de volta às aulas seguirão sendo opcionais. Ou seja, as famílias que não se sentirem seguras poderão manter os estudantes em aulas remotas.

Segundo o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, o plano de volta às aulas em São Paulo será elaborado por unidade escolar. De acordo com a estrutura da escola e o número estudantes matriculados naquela unidade. “Se uma escola com capacidade para 3 mil, tem 300 estudantes, ela pode receber 100% dos estudantes, mantendo 1 metro de distanciamento. Se isso não for possível, ela vai manter o rodízio. E, durante o mês agosto, ainda não será obrigatória a volta às aulas presenciais”, afirmou.

Hoje, o sistema de aulas é geral, com cada escola podendo receber um percentual pré-definido de estudantes, de acordo com a situação da pandemia. No entanto, desde fevereiro, a volta às aulas em São Paulo, nunca teve mais que 35% dos estudantes, em virtude do total descontrole da pandemia no governo Doria.

Veja também