loader-image
temperature icon 21°C

Posto no CSU-Parque Pinheiros é lacrado por adulteração de combustível

Compartilhar notícia

Direto da redação

Nesta segunda-feira (9), um posto de combustível no cruzamento da Rua Arlindo Genário de Freitas e Estrada Benedito Cesário de Oliveira, no Pq Pinheiros em Taboão da Serra foi lacrado por agentes da Agência Nacional de Petróleo (ANP) por adulteração de combustível.

A equipe da agência foi até o local após receber denúncias sobre os estabelecimento, juntamente com  Jorge Wilson, o Xerife do Consumidor da RecordTV para fazerem a fiscalização.  No local, os fiscais chegaram de surpresa e fizeram os testes na hora e foi constatado que o teor de álcool no etanol estava bem abaixo do normal.

De acordo com informações as bombas estavam armazenadas de forma irregular, sendo assim,  possível manipuladar para enganar o consumidor na hora do abastecimento.

21ª etapa da Operação Combustível Limpo em Taboão da Serra

Nesta segunda-feira, 9 de maio, a Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC), o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), o Procon-SP e a Polícia Civil realizaram a 21ª etapa da Operação Combustível Limpo, na região da Grande São Paulo.

A força-tarefa tem a finalidade de combater fraudes e irregularidades em postos de combustíveis e contou com a presença do secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa.

As equipes do Ipem-SP. do Procon-SP e da Polícia Civil fiscalizaram três postos de combustíveis na ação, localizados no município de Taboão da Serra, nos bairros Jardim Record e Centro. Houve interdição parcial dos postos, além da aplicação de multas que podem chegar até R$ 1,5 milhão.

Foram encontradas irregularidades nos três postos, dentre elas: prejuízo ao consumidor por abastecer menos do que o pago; violação dos pontos de selagem das bombas; corpo estranho na bomba medidora; alteração nas características da bomba; tanques clandestinos, violação nos pontos de selagem dos instrumentos, fraude metrológica e uso indevido de bandeira.

Desde a sua criação, em outubro de 2021, a Operação Combustível Limpo fez 20 operações. As equipes do Ipem-SP fiscalizaram 94 postos nas cidades de São Paulo, Campinas, Guarujá, Santos, Osasco, Praia Grande, Registro, Santo André e São Bernardo do Campo. Destes, 48 estabelecimentos apresentaram irregularidades e foram autuados pelos fiscais do instituto.

Caso o cidadão identifique algum estabelecimento que apresente irregularidades, a denúncia pode ser feita para a Ouvidoria do Ipem-SP pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo e-mail ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

 

Veja também