Voluntárias do Projeto Adote são proibidas de realizar trabalho no CCZ e reclamam da nova diretora

Por Samara Matos, na redação

As voluntárias do Projeto Adote, Fabíola Apressam e Francine Barcellos, denunciaram em live nesta segunda-feira (12) que foram proibidas pela nova diretora do Centro de Centro de Controle de Zoonoses de realizarem trabalhos voluntários no local, como era realizado há pelo menos 8 anos.

Após a live algumas pessoas se manifestaram nas redes sociais buscando ajudá-las. Na manhã desta terça-feira (13), o projeto Adote anunciou que às 14h teriam uma reunião com os vereadores, que procuraram as voluntárias para entenderem os fatos e buscarem ajuda.

O Adote atua no CCZ com trabalho voluntário, atividades semanais aos sábados, com os cães e gatos, para sociabilizá-los e terem chance de uma nova família. Ajudam também com os tratamentos, consultas fora do CCZ e remédios dos animais debilitados que chegam ao local.

A reportagem procurou o projeto adote e em nota eles esclareceram o ocorrido.

“Essa parceria foi construída ao longo dos anos. Ontem recebi uma ligação da nova diretora da Zoonoses, comunicando que todas as atividades estavam canceladas, onde não poderemos mais ir no CCZ todos os sábados e nem podemos mais ajudar nos tratamentos dos animais. Que isso seria agora de responsabilidade da Zoonoses, conforme a lei orienta, que animais não podem ser tratados no CCZ “, relata.

“Questionei o que seria feito com os animais visto que a Zoonoses não os trataria mais e impediria o Adote de fazer isso. Ela disse que isso era competência da Zoonoses conforme a lei. Lembramos que a Lei permite eutanasiar animais agressivos e doentes. Isso nos causou pânico pois o retrocesso a todo o trabalho da proteção animal feito nesses últimos anos. Eu questionei se ela gostaria de conversar pessoalmente e ela disse que a decisão já estaria tomada e não mudaria” completou em nota. 

A reportagem procurou a Prefeitura de Taboão da Serra e aguarda retorno para esclarecimento do caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *